A inovação, mais do que força propulsora e renovadora das empresas, também deve ser vista como a chave para o crescimento sustentável das nações. Para o diretor do Centro Internacional de Inovação (C2i) da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Filipe Cassapo, o fato de “fazer diferente” gera valor econômico para as organizações, pois proporciona uma posição de destaque junto aos clientes, fornecedores e a sociedade.  Cassapo defende que inovação é transformar ideias novas em resultados sustentáveis.

 

Um estudo realizado em 2005 pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) com 72 mil empresas brasileiras com mais de dez funcionários demonstrou que, apesar destas empresas representarem apenas 1,7% da indústria, as que investem em inovação são responsáveis por 25,9% do faturamento industrial no Brasil, e por 13,2% do número total de empregos gerados no país.

 

Para Cassapo, o Brasil tem um diferencial oportuno em relação a outros países, pois é, ao mesmo tempo, o país da biodiversidade e da etnodiversidade. Em contrapartida, o desafio colocado aos brasileiros é a inserção efetiva dessa diversidade no contexto organizacional do país. No Brasil, menos de 27% dos cientistas trabalham atualmente em projetos ligados a empresas. Nos Estados Unidos e na Coreia do Sul, estes índices se aproximam dos 80%.

 

O diretor do C2i explica que a inovação no Brasil hoje é gerada pela necessidade, e não pelo planejamento empreendedor da população.  Dados coletados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) demonstram que o montante de investimentos privados em inovação ainda é muito baixo, chegando a ser três vezes menor que nos Estados Unidos e apenas um quinto se comparado com a Coreia do Sul.

 

Isso não significa que as empresas brasileiras estagnaram a inovação, mas que o Brasil tem um cenário empreendedor que o coloca em destaque no mundo, porém precisa ser mais explorado e investido. Só assim o país poderá produzir mais conteúdo inovador e, consequentemente, gerar mais valor econômico para as empresas.

 

Fonte: Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Tags: , , , , , | Categorias: , , | Post escrito por: Editoria