O jornalista e escritor norte-americano Erik Sherman é especialista em negócios e tecnologia, já teve seus artigos publicados em veículos de renome como Wall Street Journal, NY Times Magazine, Newsweek, Fortune, além de ser responsável pelo blog da CBS Money Watch. Confira um artigo recente dele com as três táticas para uma empresa produzir inovação. O texto foi escrito para rebater um artigo de uma pesquisadora da Universidade de Harvard, no qual ela denominava as nove regras que sufocam a inovação.

Sherman defende que grandes ideias precisam de espaço adequado para se desenvolver. Por isto, estas três táticas servem para garantir que nada vai atrapalhar este desenvolvimento.

Inovação é inclusiva, não exclusiva:

Um erro clássico – e não apenas para os empresários, mHas também para muitos executivos renomados – é acreditar que as boas ideias vêm de um pequeno círculo de iniciados. Tais pessoas podem descartar ideias apresentadas por funcionários do baixo escalão ou simplesmente restringir todas as atividades inovadoras, como sessões de brainstorming, para grupos selecionados. Este é um problema porque a inovação precisa de criatividade, e uma das melhores maneiras de ser obter criatividade é permitir que diferentes ideias se encontrem. O Netflix prospera hoje porque alguém percebeu que era possível baixar arquivos pela internet e que os filmes eram arquivos grandes demais para baixar. Fique apenas com o círculo restrito de pessoas e você limita muito as novas combinações de ideias e experiências que você precisa, porque as pessoas habituaram-se umas as outras. É preciso sangue novo para criar inovação e criatividade.

Inovação precisa de tempo e recursos:

Qualquer processo de negócio precisa de espaço para acontecer. Restringindo tempo, energia e outros recursos necessários, simplesmente você não deixa a inovação acontecer. Os funcionários precisam de espaço para sonhar acordado, experimentar e considerar coisas que podem não levar a lugar algum.

Contar cada minuto e centavo gasto no processo pode sufocar a inovação em prol de uma falsa eficiência. Gerenciar uma empresa exige abraçar oportunidades e, em seguida, gerenciar o risco prudentemente para reduzir ao máximo as implicações negativas. A única garantia que se pode ter é se você não inovar, e não é isso o que os empresários querem.

 Inovação precisa de um ambiente estimulante:

Os melhores produtos, serviços e práticas empresariais não nasceram prontos. Surgiram após diversos erros e caminhos errados, e todos foram investimentos que levaram ao resultado final. Para incentivar a inovação é preciso parar de punir funcionários por erros, de encorajar a competição interna pelos cargos mais altos e de descartar publicamente as ideias da sua equipe.

Fonte: Inc.com

Tags: , , , , , , , , | Categorias: , | Post escrito por: Editoria