Fazer escolhas e resolver problemas são os principais desafios diários de um administrador. Para auxiliar essa tomada de decisões, muitos profissionais estão se baseando no Design Thinking, um conjunto de métodos e processos para lidar com obstáculos e analisar soluções. Essa abordagem é focada no ser humano como uma forma eficaz de descobrir as reais necessidades em vez de criar soluções ou produtos a partir de pressuposições do que a empresa precisa. “Isso significa que partimos sempre do que é desejado pela pessoa”, explica a consultora Mônica Puoli, da Escola Design Thinking.

Veja quatro dicas simples de Design Thinking que você pode aplicar em sua empresa:

Adapte o ambiente às suas necessidades

O ambiente de trabalho é que deve se adaptar às necessidades da equipe, e não o contrário. O local de trabalho baseado no modelo mental de design thinking deve facilitar os processos que acontecem nele.

Pense com empatia

Desprenda-se de pressupostos e esteja aberto ao inesperado, ao acaso. Leve em consideração as perspectivas de outras pessoas. Ao gerar empatia, possibilitamos ótimos insights, que podem gerar as soluções, os produtos e os serviços necessários.

Trabalhe em conjunto 

Várias cabeças pensam melhor que uma só. Um dos pilares do design thinking é manter uma equipe multidisciplinar que possa trazer e gerar diferentes perspectivas, até chegar em uma solução comum.

Vá para a prática 

Procure transformar suas ideias em soluções o quanto antes. O design thinking aposta no aprendizado pela prática. Ao por em prática nossa ideias, evitamos os grandes erros, cometendo apenas pequenos erros do cotidiano.

 

Fonte: Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Tags: , , , , | Categorias: , , | Post escrito por: Editoria